terça-feira, 30 de outubro de 2012

O corte do cordão

O cordão umbilical foi cortado na hora do parto,  o que significava que não estávamos mais fisicamente unidas...
Não senti nada... Não doeu... O cordão tinha sido cortado mas ela estava ali nos meus braços e era minha... só minha!!!

Cortar o cordão imaginário é que é mais difícil...
Por quase cinco meses ficamos coladas...  Eu iria dizer juntas... mas ficamos muito mais que isso...
Por cinco meses vivemos uma para a outra...
Acordamos e dormimos juntas...
Para ela eu me dei.... me doei... fiz tudo o que eu quis... o que eu podia... o que o meu coração mandava...
Dei colo, dei amor, dei peito, dei tudo!!!
Mas a hora de separar chegou... a hora de cortar o segundo cordão...

Ontem começamos a fazer a adaptação na escolinha...
Acordei... amamentei... vesti... tirei foto para registrar o primeiro dia de "aula"... expliquei para ela o que iria acontecer... e saímos de casa.
Na escolinha entreguei ela nos braços da professora que ao ver meus olhos cheios de lágrimas disse com firmeza "Vai ficar tudo bem", eu sorri, não consegui responder.

A porta se fechou e eu estava ali... sozinha... com os braços vazios e o coração doendo...
Chorei.
Chorei um choro doído...
Chorei um choro amargo...
Um choro de quem queria voltar no tempo... lá na sala de parto para ter novamente os 5 meses colada nela...
Um choro de quem queria mais um beijo... mais um cheiro... mais um sorriso...
E no meio do meu choro a porta se abriu... era a professora dizendo: vem espiar!!!

Meu coração acelerou!!!
Ela estava lá... Linda... sentadinha em uma cadeira de balanço sorrindo para uma outra professora!!!
Ali meu coração teve a certeza... Sim, vai ficar tudo bem!!!

22 comentários:

Carina disse...

Ah, tomara que o meu coração tenha essa certeza tb quando chegar a hora da minha fofinha ir pra escolinha....

Mamãe das Princesas disse...

Senti tudo que eu vivi com minha primeira filhota nas suas palavras.

Báh Darc disse...

Ai como seu coração deve ter ficado pequenininho e apertado.Mais vai dar tudo certo.Força

tentante.com disse...

Chorei!

Edi - Pronta Para Ser Mãe disse...

Me emocionei lendo seu post, mas com certeza vai ficar tudo bem sim.

Bjs

Lú (e família Ltda.) disse...

tbm me emocionei aqui!
é por essas e outras que dizem que ser mãe é padecer no paraíso...
muita força pra vc, vai dar tudo certo.
bjns

Dani e Nildo disse...

Me emocionou. Fiquei aqui imaginando a sensaçao de passar por isso.

Segunda feira terei a separação do "primeiro" cordão umbilical. Vou conhecer minha Lavínia.

Bjinhos pra vc e pra Helena.

Val disse...

Ai Morgana... Eu imagino o que seja isso! As vezes eu acho que nós somos muito mais dependentes deles do que eles de nós...

Um beijão em vcs!

Cristiane disse...

Mor, amiga!

(saudades de gritar seu nome do portão): Morrrganaaaaaaa....ai vc vinha: pode brincar??? kkkkk

Vai dar tudo certo, meu coração ficou miudinho no seu relato, mas saiba que eles são bem mais fortes do que a gente pensa! Um beijão em vcs duas!

disse...

Aiai, nem quero pensar!
bjos e boa sorte!

Krebo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Samia ✿ disse...

Ow flor que lindo! Consigo nem me imaginar! Não sei se tenho coragem de cortar esse cordão tão cedo assim! Quem sabe lá pros dois anos! hehe.

Boa sorte pra vcs! Um cherão na Heleninha! bjãoo!
Blog A Mais Doce Espera

Tatiana Bitencourt disse...

Que lindo Moh!
Por enquanto, quem vai ficar com o Lucas quando voltar a trabalhar será minha sogra e minha cunhada, mas mesmo assim, deve dar um aperto enorme! Só do Lucas dormir a tarde toda fico morrendo de saudade, rs.
5 meses heim! quem diria! passou muito rápido! beijos se cuida

Doce Espera disse...

Imagina o que ainda não vem pela frente. Noite do soninho, viagem da escola, dormir na casa da amiguinha, balada, esse eh só o segundo de mtos cordões que ainda virão hehe

Ártemis disse...

Menina, não sou bem disso, mas confesso que tô aqui chorando com seu post. É que semana que vem é minha vez e estou sofrendo MUITO, MUITO, MUITO. E sei que também vou desejar voltar à sala de parto e a todos os percalços, delícias e loucurinhas desses primeiros meses. E sei que vou sofrer porque eles não voltarão. Dá um abraço?
bjs

Rose Quadros Cerimonial disse...

Ei linda! Amei seu blog! Li inteirinho da Silva sauro e me diverti!
Nao sou mae nem tentante ainda, mas minha irmã esta gravida e eu, que já tenho um blog sobre noivas, o http://noivabh.com (sou cerimonialista), fiz um blog chamado melhorquesermae.com onde vou falar sobre as aventuras de ser tia e quando tiver o meu baby... De ser mae!

Me add no FB, https://www.facebook.com/tavaresquadros

Beijos, Rose

Silvana Alves disse...

quanta emoçÃO Morgana, como já falei não tenho filhos, mas sinto essa dor. beijos

Rô Santana disse...

Chorei e estou chorando, como é díficil
Aí eu já avisei na empresa que pedirei demissão porque não vou conseguir cortar o segundo cordão umbilical, pelo menos por enquanto.
Bjks

Suzy Lapa disse...

Muito emocionante ler seu post, e já fico imaginando também o momento em que eu vou ter que passar por isso, já que não podemos deixar de trabalhar. Estou grávida e ansiosa pela chegada do meu amorzinho, e fico acompanhando seus relatos aqui.

Lola disse...

Sei como é, passei por estes momentos e sofri muito... mas é para o bem deles e não nos faz menos mães. Hoje em dia a Antonella ama ir para a escolinha ( em turno integral!) e não é nem um pouco uma criança carente, nada disso! É cheia de vida e com muito amor pra dar e receber!
Doi sim, mas a nossa dor é maior do que a deles!
Beijõessss

Myllena Alves disse...

Essa parte deve ser uma das piores... Sinto esse choro sufocado mesmo sem ter minha filha, mas já sinto, já sofro e juro não saber se tenho coragem de voltar a trabalhar quando eu tiver.

Sua história é muito linda, estou apaixonada.

Parabéns pelo sua Helena.
Beijos Myllena do My Realizando Sonhos http://myrealizandosonhos.blogspot.com.br/

Carol Quintero disse...

Chorei também...